quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Mês do Horror, então vamos começar com o clássico, Vampiros.

Ola amigos.
Primeiro dia de outubro, mês do horror, mês das bruxas, mês do cachorro loco.
Este ser sobre natural povoa a mente de todos os seres vivos, ele foi muito usado
no cinema e super difundido pela cultura popular, Os Vampiros, temos muitas
histórias ligadas a este ser sobrenatural e ele existe em todas as mitologias, com
uma característica peculiar desta cultura.
Vamos la, um pouco de cultura.
Vampiros, seres mitológicos ou folclóricos, que para viver sorvem a essência
vital das criaturas, geralmente sangue,
Embora as entidades vampíricas tenham sido registradas em varias culturas,
possivelmente em tempos tão antigos quanto a pré-histórica, o termo vampiro
se torna popular no inicio do século 19, após do auge da superstição vampírica
na Europa Ocidental, vindas das áreas Balcânicas e a Europa Oriental, ainda
assim com variações de designação como os Vrykolakas na Grécia e Strigoi
na Roménia, a febre era tanta que eles chegavam a perfurar cadáveres com
estacas e acusações de vampirismo.
Os vampiros balcânicos e da Europa Oriental tem uma gama enorme de
aparências físicas, desde quase humanos até corpos em avançado estado de
decomposição, só em 1819, com o romance de Jhon Polidori - The Vampire
que se fixou o arquétipo do vampiro carismático e sofisticado, este inspirou
outras obras como Varney the Vampire e Drácula.
Mas o romance de 1897 de Bram Stoker, Drácula, que é amplamente
considerado como base para os vampiros da ficção moderna, este foi pensado
sobre as mitologias anteriores sobre lobisomens e outros demonios lendários
semelhantes e a visão deste trabalho foi visto com uma critica a sociedade e a
forma como a humanidade vivia.
O sucesso do livro originou um gênero distinto de vampiro, ainda muito popular
no Sec. XXI, tendo livros, filmes, jogos de video game programas de televisão.
Como personagens Vampíricos icônicos temos Vlad Teps - O Empalador também
chamdo de Conde Dracula (Filho do Dragão), Conde Dracula do Romance de
Bram Stoker, temos ainda Nosferatu - A sinfonia do medo- e os personagens
Lestat de Lioncourt, Louis, das Cronicas Vampiricas da escritora Anne Rice.
Devo citar aqui sobre um jogo muito "famoso" chamado Vampire: The
Masquerade, cujo joguei muito ali entre os anos 2001 a 2008, o jogo é muito
bom pois tem todo um universo criado no nosso mundo em uma visão mais
gothica e obscura, os personagens são muito ricos em características e personalidade.
Então pessoal acho que é isso.
Vamos a algumas artes.








Estas são algumas abordagens das visões que as pessoas tem de vampiros.

 
Esta foi a minha abordagem só a lápis mesmo, usei o material mais comum,
são três personagens Vampiricos, Na esquerda no alto Nosferatu, no centro
abaixo Dracula de Bela Lugosi e na dereita no alto, Blade o caçador de
Vampiros.

Bem por hoje é isto, espero amanhã vir com mais criaturas da noite.

Deixem comentários, ideias, criticas e dicas.

Até próxima, vamos pegar nossos lápis.

1, 2, 3... Desenhando.